Banner DeCanter

Barefoot Cabernet Sauvignon

Localizada em Modesto, Califórnia, Barefoot Wines foi originalmente criada na década de 1960 por Davis Bynum em Alameda County, a leste de San Francisco. Começou produzindo e vendendo a linha Barefoot Bynum por quase 10 anos, altura em que decidiram elaborar um Pinot Noir Premium de Russian River Valley. Posteriormente, a marca foi vendida para Michael Houlihan e Bonnie Harvey, que relançaram-na em 1986. Michael e Bonnie venderam Barefoot em 2005 para E & J Gallo Winery. Nesta altura Barefoot estava vendendo cerca de 600.000 caixas nos EUA. Hoje, Barefoot Cellars é a marca de vinho da Califórnia abaixo de US$ 15 mais premiada e seus espumantes de menos de US$ 20 também são reconhecidos. As uvas são provenientes de vinhas de toda a Califórnia. Uma fonte primária é Cowell Ranch, no Vale Central, que é composto por 3.500 acres de vinhedos. Em 2010, Barefoot Wine & Bubbly vendeu cerca de 10 milhões de caixas a nível nacional. A enóloga é Jennifer Lynne Wall, que originalmente pretendia ser médica e se formou em biologia pela Universidade da Califórnia em Santa Cruz. Ela se mudou para Sonoma County onde conseguiu emprego temporário em uma instalação de vinho personalizada e apaixonou-se por vinificação e, consequentemente, pela indústria do vinho. Assim foi contratada como enóloga pela Barefoot Cellars Winery, em 1995, e pouco depois criou o estilo do vinho Barefoot atual: varietal, frutado e amigo da boa mesa. Atualmente são produzidos seis espumantes e doze varietais. O varietal mais popular em 2012 foi Barefoot Pinot Grigio seguido do Barefoot Moscato. Fonte: http://www.princeofpinot.com/winery/1914/

Degustação –

Barefoot Cabernet Sauvignon – Álcool: 13,1% – Variedades: Cabernet Sauvignon, Petite Syrah e Alicante Bouschet – Safra: não indica – importador: Wine.com.br – Preço: R$ 42 – vermelho-rubi intenso. Olfativo dominado por groselha, cereja e ameixa sobre leve tostado. Na boca é bem macio, corpo magro, razoavelmente equilibrado, com notas de especiarias e frutas em profusão. Termina com intensa doçura parcialmente equilibrada pela acidez. Tem um perfil distinto dos Cabernets Sul-americanos de baixo custo, notadamente os chilenos. Avaliação: 86-87/100 pts.

Tarapacá Pinot Noir Terroir El Rosal 2013
Monte Blanco Pinot Noir Vale Central 2015

Category: Vinho degustado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *