Banner DeCanter

Bisquertt “Q Clay” Syrah-Cabernet Sauvignon 2008

Sobre a Viña Bisquertt –

Viña Bisquertt tem sua imagem ligada à tradição do Vale de Colchágua, todavia, em função do terremoto de 2010 não é mais possível visitar a área de produção. Mas os vinhos podem ser degustados e comprados na Guest House Las Majadas, antiga residência dessa tradicional família vinhateira que hoje está totalmente aberta ao turismo. Os vinhos da Bisquertt são sempre redondos e fáceis de beber. Talvez porque os campos estejam a menos de 40 quilômetros do oceano, ou talvez graças à mão de Joana Pereira, enóloga da vinícola há mais de dez anos. A chilena Bisquertt é uma vinícola familiar e pioneira no Valle do Colchágua. Fundada em 1978 por Don Osvaldo Bisquertt, começou um seletivo plantio de uvas europeias em uma região de grande potencial de qualidade na zona costeira de Colchágua, como Marchigüe. Os vinhedos da Bisquertt estão localizados no Valle de Colchágua em dois campos: El Rulo e Chequén. Hoje, a Viña Bisquertt exporta em torno de 150 mil caixas em mais de 30 países, com a presença em 4 continentes. Nos últimos anos, iniciou um ambicioso plano de abertura de novos mercados na Europa, Asia e na América do Sul. Em paralelo, um aumento na distribuição em mercados chaves e de alto crescimento como o Brasil. Guia de Vinícolas Chile – Flávio Faria – edição julho/2012 e World Wine

 

Colchagua é mesmo, no Chile,  um dos lares da Syrah. Este Q Clay sem dúvida é um dos sucessos do saldão de vinhos da World Wine. Com apenas 25% de Cabernet Sauvignon, este chilenão é um tinto suculento e agradável. Nem parece possuir 8 anos! A safra 2008 foi positiva na região.

Degustação –

Bisquertt “Q Clay” Syrah-Cabernet Sauvignon 2008 – Álcool: 14,5% – Variedades: Syrah (75%) e Cabernet Sauvignon (25%) – importador: World Wine – Preço: de R$ 200 por R$ 100 (Bota Fora) – profundo, intenso e quase retinto na cor sem denunciar o peso de oito anos. No olfato aromas complexos com notas de frutas vermelhas e negras, especiarias, mentol sobre uma nota defumada. Na boca taninos volumosos de textura fina, álcool generoso, acidez razoável e muita fruta, sem intromissão da madeira. Longo, seu final é macio e aveludado. Avaliação: 90/100 pts.+

Vinho do mês de março - 2016: TEMPOS PHILOSOPHIA CABERNET FRANC 2014
Undurraga Pinot-Cabernet Sauvignon 2008

Category: Vinho degustado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *