Banner DeCanter

Cosecha Tarapacá Chardonnay 2014

Fundada em 1874, a Viña Tarapacá  está localizada em Isla de Maipo, aos pés da Cordilheira dos Andes e desde então vem elaborando vinhos que são o reflexo de sua tradição centenária, unida a uma elegância contemporânea. Os vinhedos estão localizados no Vale do Maipo, a região vitivinícola chilena mais tradicional e com as melhores qualidades para a elaboração de vinhos premium. Devido a seu nome e sua extensa trajetória, a Viña Tarapacá é uma fiel representante das vinícolas do Novo Mundo, entregando excelente qualidade e consistência em cada garrafa.  As principais marcas são Tara.Pakay, Gran Reserva Etiqueta Azul, Gran Reserva Etiqueta Negra, Gran Reserva, Terroir, Gran Tarapacá, León de Tarapacá e Cosecha Tarapacá. Atualmente possui 2.600 hectares e 600 hectares ocupados por vinhedos onde se cultivam as variedades Cabernet Sauvignon, Syrah, Carménère, Merlot, Chardonnay e Sauvignon Blanc. Ali ficam a adega, que se utiliza das modernas técnicas de vinificação e a Casona, uma bela construção de 1925, em estilo toscano, com salões de decoração clássica, quartos para visitantes e lindos jardins. A partir de 1992, a empresa decidiu dar seguimento a um ambicioso plano de expansão orientado para o crescente mercado internacional. A capacidade de produção anual é de 15 milhões de litros, fazendo da Tarapacá uma das maiores vinícolas do Chile. Exporta para mais de 60 países e o Brasil é o principal mercado mundial. Em 2009 a vinícola passou a integrar a VSPT – Viña San Pedro Tarapacá, o segundo grupo vitivinícola mais importante do Chile.

Degustação –

Cosecha Tarapacá Chardonnay 2014 – Álcool: 13% – Região: Vale Central – Preço médio: R$ 35 – Palha claro com reflexo verdeal. Aberto nos aromas com notas de pera, maçã sobre um fundo levemente cítrico. Na boca sua entrada revelou um vinho equilibrado, sem a sobremadurez que caracteriza alguns dos vinhos brancos do Vale Central chileno, ao contrário, para um vinho da sua categoria tem ótimo balanço e frescor. Boa sintonia entre corpo, álcool e acidez. Algum açúcar residual que não chega a desequilibrar o conjunto. Enfim, um vinho simples que confirma o aforismo de que “vinho para ser bom não precisar custar caro”. Tem fama de longevo. Avaliação: 87-88/100 pts.

D.V. Catena Syrah - Syrah 2010
Undurraga Pinot - Carménère 2014

Category: Vinho degustado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *