Banner DeCanter

De Salinas para o mundo e do mundo para a eternidade: Cachaça Havaninha

Como sabemos, a cachaça é a mais genuína bebida brasileira, cuja produção se iniciou por volta de 1530, bem no início da colonização lusitana em terras tupiniquins. Historicamente, sofreu diversas provações como bebida de identidade nacional. Somente nas últimas décadas vem passando por processo de valorização nos diversos estratos da sociedade brasileira.

Minas Gerais se firmou como importante referência na produção artesanal da bebida a partir do século XVIII com os primeiros alambiques. Atualmente, centenas de marcas são produzidas em todo o território mineiro.

Nas últimas décadas, o município situado no Norte do Estado de Minas Gerais,  Salinas vem se sobressaindo na produção da bebida cuja produção deu-se início no final século XIX, quando baianos fugindo da seca do sertão nordestino chegaram à região de Salinas, fixando raízes. Trouxeram mudas de cana que se adaptou muito bem ao solo e clima da região. Até a década de 1940, a cachaça produzida na região de Salinas era comercializada a granel. Não havia marca que identificasse o produto local, até que em 1946, primeira metade do século XX, o fazendeiro e produtor de cachaça, Anísio Santiago (1912-2002), lançou a primeira marca de cachaça da região: a Havana. Desde então, proliferaram diversas marcas que ajudaram no processo de consolidação do município de Salinas como importante referência nacional na produção de cachaça artesanal de qualidade.

Assim, neste contexto histórico, surge uma nova marca de cachaça em Salinas com proposta de manter e perpetuar a tradição do município: a HAVANINHA. É produzida por Osvaldo M. Santiago, filho de Anísio Santiago, fundador e produtor das marcas Havana & Anísio Santiago.

Com o falecimento do pai em 2002, ficou responsável pela produção das marcas Havana & Anísio Santiago até 2013. Foi decisivo na manutenção da tradição herdada do pai. Buscando novos horizontes, lança marca própria com o mesmo perfil de produção que aprendeu com o mestre dos alambiques.

A cachaça HAVANINHA é produzida na Fazenda Piragibe, região da Serra dos Bois, zona rural de Salinas. A produção é limitada e envelhecida dornas de Bálsamo. Um brinde!  A seguir imagens feita pelo Sommelier Geraldo Madureira nas dependências da Fazenda Havana, no município de Salinas, Estado de Minas Gerais, no final de novembro de 2014.

A Cachaça Anísio Santiago está disponível na Cachaçaria Salinas de São Paulo – Av. 9 de julho n° 1335

http://www.cachacahavaninha.com.br/

Seña 2010 também na importadora Decanter
As altas pontuações dos brancos e tintos VILLARD

Category: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *