Banner DeCanter

Don Melchor 2009 chega ao Brasil

Uma nova safra se soma à trajetória de Don Melchor. Trata-se da colheita de 2009, a 23ª do vinho ícone da indústria chilena, que acaba de chegar ao Brasil.

As virtudes do terroir de Puente Alto permitem que Don Melchor alcance todo ano uma incomparável consistência e qualidade, destaque-se como um marco e esteja posicionado no mercado como o cabernet sauvignon ícone do Chile. E, para apresentar as qualidades e diferenciais do produto premium da Vinícola Concha y Toro, nada melhor que o enólogo Enrique Tirado, responsável por Don Melchor há mais de dez anos, que desembarcou recentemente no Brasil.

Segundo o expert, essa safra é extraordinária e mostra uma boa expressão de frutos frescos, agradável acidez e taninos equilibrados, que o ajudam a revelar seu paladar. A percepção na boca é suave, com uma evolução densa, elegante e de grande equilíbrio, com um final persistente, que recorda a fruta e o frescor do cabernet sauvignon de Puente Alto.

“De modo geral, 2009 foi um ano mais quente no Chile, tendência que se repetiu também em Puente Alto. No entanto, a proximidade dos vinhedos com a Cordilheira dos Andes, somada às noites muito frias, nos permitiu manter a estabilidade da fruta e produzir um vinho que mantém a personalidade de Don Melchor, com grande frescor, equilíbrio e maturidade de taninos”, completa Tirado.

A maturidade e a qualidade dos taninos estão intimamente ligadas aos níveis de restrição hídrica da planta. Esse fator é crucial na produção de compostos fenólicos (antocianos e taninos).

Desde a temporada de 2003, a vinícola tem medido o conteúdo interno de água na planta, com a bomba Scholander. Assim, obteve o manejo da irrigação do vinhedo, a fim de orientar a planta até alcançar seu pico de maturação. As curvas de restrição hídrica mostram que, apesar de 2009 ter sido um ano mais quente, o terroir de Puente Alto estava em condições de contrariar a situação. Isso se explica, principalmente, pelas precipitações da área, a influência da Cordilheira dos Andes, uma irrigação bem executada e a grande capacidade do solo de entregar às plantas água suficiente e nos momentos certos, para alcançar um bom crescimento e desenvolvimento sem impedir o amadurecimento. Essas características explicam por que Puente Alto é um dos grandes terroirs do mundo.

“O que mais surpreende em Puente Alto é a consistência, ano pós ano, em manter esse amplo diferencial de temperaturas diurnas, devido à proximidade dos Andes”, finaliza o enólogo.

As precipitações anuais alcançaram um total de 351 mm, a maioria das quais ocorreu ao final do inverno e no começo da primavera. Esse foi um fator-chave durante todo o período, muito importante no resultado dos vinhos. Essa reserva natural de água no princípio da temporada ajudou a manter um bom nível em todo o perfil do solo e permitiu às plantas um bom crescimento, controle da temperatura e a posterior formação e maturação dos componentes fenólicos.

Por sua parte, a característica desses solos andinos de Puente Alto – de origem vulcânica e profundidade aluvial – assegura uma boa drenagem e também permite que as plantas estendam suas raízes em profundidades maiores, em busca de águas subterrâneas. Dessa forma, não ficam expostas a mudanças de temperatura abruptas ou excessivas. As plantas estão firmemente enraizadas no solo, o que as torna menos sensíveis às condições externas.

As pedras e os cascalhos já arredondados, devido ao grande deslocamento ocorrido em outros períodos, durante grandes aluviões nas Cordilheiras dos Andes, também se mantiveram mais frios e com água condensada em sua superfície. Isso permite que as raízes absorvam água o suficiente para que a planta siga funcionando e não sofra impacto com excessivo estresse hídrico.

As inegáveis virtudes do terroir de Puente Alto permitiram que Don Melchor alcançasse, ano após ano, uma incomparável consistência na qualidade, tenha se tornado um marco e esteja posicionado no mercado como o cabernet sauvignon ícone do Chile.

Don Melchor 2009 – Novamente premiado pela “Wine Spectator”

Nas últimas 11 colheitas, Don Melchor ficou com o primeiro lugar dos cabernet sauvignon chilenos, segundo a revista americana Wine Spectator, o que confirmou sua consistência em termos de qualidade e trajetória na história vinícola do Chile.

Com a colheita de 2009, a número 23, não podia ser diferente. Don Melchor foi novamente reconhecido pela crítica mundial. Obteve 94 pontos na edição de março da revista e ficou no primeiro lugar dos cabernet sauvignon chilenos dessa colheita.

 

Ficha Técnica – Don Melchor Safra 2009

Variedade: 96% cabernet sauvignon e 4% cabernet franc
Vinhedo de origem: Puente Alto
Tipo de colheita: manual, entre 14 de abril e 20 de maio
Solo: aluvial
Clima: mediterrâneo semiárido
Envelhecimento: 15 meses, em barricas de carvalho francês
Cor: vermelho-cereja profundo
Aroma: sobressaem groselha negra, amora e notas de chocolate
Boca: equilibrado e fresco, taninos sedosos e excelente estrutura
Álcool: 14,7%
pH: 3,5%
Acidez total: 3,72 (ácido sulfúrico).

Sobre Don Melchor

Don Melchor é o primeiro vinho ultrapremium da indústria chilena, lançado em 1989 pela Concha y Toro. É o único com 23 safras premiadas e reconhecidas mundialmente por críticos, enólogos e sommeliers. Apontado por muitos como o melhor cabernet sauvignon produzido no Chile, é uma montagem de diferentes casas detalhadamente loteadas do vinhedo.

www.donmelchor.com

Sobre a VCT Brasil

A VCT Brasil, filial e distribuidora do Grupo Concha y Toro, representa no País todos os produtos das vinícolas Concha y Toro, Trivento e Fetzer. Fundada em 1883, a Concha y Toro é a principal vinícola chilena e uma das maiores produtoras e exportadoras mundiais de vinho. Seus produtos são comercializados em 135 países, e a Concha y Toro está entre as dez maiores companhias de vinho do mundo. Possui 9.300 hectares de vinhedos, o que permite garantir a qualidade na sua produção de vinho. A Trivento Bodegas y Viñedos é resultado da expansão do Grupo Concha y Toro para a Argentina, em 1996. Com um crescimento superior ao da indústria transandina, a Trivento ocupa a quarta posição no ranking de exportações de vinho argentino.

VCT BRASIL: (11) 3132-9180

DM COSECHA 2009

Palacio del Conde D.O. Valencia Gran Reserva 2009

Category: Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *