Banner DeCanter

Masson Dubois Bouches du Rhône Vin de Pays 2013

A classificação Vin de Pays foi criada na década de 1.970 para ter o que se pode chamar de uma “terceira via”  no vinho francês. Antes dela, os vinhos eram classificados como básicos “Vin de Table” ou “AOC”. O problema dessa categorização dupla era que muito vinhos na cabiam bem em nenhuma das classificações. Eram em geral de padrão muito mais alto que os Vins de Table comuns, mas a localização dos vinhedos e/ou modo como eram produzidos impediam que eles se inserissem nas rígidas normas da AOC – Appelation d’Origine Contrôlée que se baseia fortemente na noção de terroir – a ideia de que o solo e o clima de certa região produzem vinhos característicos do lugar – e na manutenção de práticas tradicionais. Languedoc-Roussillon é a mais importante região produtora de Vin de Pays  (VDP) da França, com 80% do total. Grande parte é rotulada sob a denominação regional de “Vin de Pays d’Oc”; os demais com nomes de distritos locais. As normas de VDP são menos rigorosas do que as de AOC e permitem aos vinicultores fazer vinhos varietais de cepas não tradicionais e misturar cepas não tradicionais e misturar uvas nativas e internacionais, produzindo bons vinhos. O status VDP confere maior reconhecimento do que o nível básico Vin de Table. Fonte – Coleção Vinhos do Mundo, volume 4, França – Champagne

 

2015-01-11 19.57.37

Degustação

Bouches du Rhône Vin de Pays 2013 – Álcool: 13% – Região: Vale do Rhône – Variedades: Grenache, Syrah e Cinsault – preço médio: R$ 35 – Vermelho-rubi pouco intenso, brilhante. Aromas unidimensionais com um toque de fruta vermelha madura – cereja. Boca simples, corpo magro. Vinho seco, leve, curto, sem personalidade, macio é verdade, mas do tipo que deve ser bebido o mais rápido possível. Avaliação: 85/100 pts.

Category: Sem categoria

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *