Nova colheita do Hexagon Tinto chega ao mercado

Seis Lados, Seis Castas, Seis Gerações –

A colheita de 2014 do Hexagon Tinto, o vinho topo de gama da José Maria da Fonseca, já está disponível no mercado. Esta colheita continua fiel ao perfil original do vinho criado por Domingos Soares Franco (pertencente à sexta geração da família que gere a José Maria da Fonseca), sendo produzida com o recurso a seis castas – Touriga Nacional, Syrah, Trincadeira, Tinto Cão, Touriga Francesa e Tannat.

Lançada a primeira colheita em 2000, este vinho é o reflexo do trabalho realizado na vinha e na adega e pretende celebrar o conceito de “Novo Mundo”, onde os vinhos são mais descontraídos, com maior coloração, sabor e aromas.

Ao juntar estas seis castas, este vinho revela uma complexidade única, uma cor rubi intensa e um aroma denso e fechado. Na boca, os taninos estão bem integrados e o seu final é longo. Este vinho estagia durante 12 meses em pipas novas de carvalho francês e acompanha na perfeição pratos de caça e queijos. Este vinho tem um potencial de guarda alargado, podendo aguentar até 16 anos após o seu engarrafamento.

Sobre José Maria da Fonseca: Fundada há 185 anos, a José Maria da Fonseca é um dos líderes nas áreas da produção e comercialização de vinhos de mesa e generosos em Portugal, encontrando-se as suas marcas presentes em mais de 70 países. Ao longo dos anos a demonstrar uma crescente preocupação face aos fatores ambientais, a José Maria da Fonseca orgulha-se de utilizar as melhores práticas no tratamento da vinha, na gestão dos recursos naturais, na sua preservação e conservação, tendo sido a primeira produtora de vinhos certificada nesta área, ainda antes do aparecimento das normas ambientais ISO14001. O portfólio da José Maria da Fonseca engloba mais de trinta marcas de grande qualidade, representativas das principais regiões vitivinícolas nacionais.  Muitas delas são hoje casos de popularidade a nível nacional e internacional e autênticos emblemas do nosso País. Este sucesso decorre do enorme investimento humano e material e de uma constante capacidade de renovação por parte da José Maria da Fonseca que, ao longo da sua história, e atualmente já na sétima geração, tem sabido preservar uma herança preciosa sem descurar a modernização, correspondendo aos padrões de exigência que os consumidores dela esperam e surpreendendo a cada passo.

Nova Zelândia comemora o SAUVIGNON BLANC DAY com ações em SÃO PAULO
Três dicas de vinhos para três tipos de chocolates

Category: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *