Banner DeCanter

Harmonização vinho & bacalhau

Por  ‘Luciana Zarif para Vinhos e Azeites’

Páscoa e bacalhau sempre andam juntos. Em qualquer de suas inúmeras versões, inclusive as menos conhecidas. A decisão só complica na hora de escolher o vinho. Afinal, bacalhau é melhor com brancos ou com tintos?

Tintos, como recomenda a tradição portuguesa, ou brancos, como sugere a experiência de muitos enófilos, entre os quais me incluo?

A resposta certa – se é que existe uma – é que tudo depende da preparação do prato. Numa analogia simples, é como perguntar se espaguete fica melhor com vinho branco ou com tinto. Se o molho for “alle vongole”, certamente com brancos; se for um ragu de carne, com tinto.

Percebe que a orientação está no molho?

Embora a maioria das preparações de bacalhau, favoreça os brancos, nada impede que se escolha um tinto. Nesse caso, na contramão da cartilha portuguesa, é preferível optar por tintos leves, sem muita madeira, caso contrário o vinho provavelmente dominará o prato. Além disso, tintos costumam deixar um gosto metálico em pratos de peixes e frutos do mar. Hoje, sabe-se que o principal responsável por esse efeito deletério não são os taninos, como se pensava, mas a presença de óxido de ferro nos tintos.

A escolha não precisa se limitar a tintos ou brancos até mesmo os rosés funcionam bem com muitas preparações de bacalhau. Afinal, vale lembrar a velha definição atribuída aos portugueses, quase em tom de piada:

“Bacalhau não é peixe nem é carne, é… bacalhau”.

Portugal em 1º lugar entre os maiores consumidores de vinhos no mundo

Category: Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *